Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Uma caminhada para não esquecer (actualizada)

 

No próximo dia 10 de Dezembro, sexta-feira, irá ocorrer um itinerário de sensibilização e memória em Lisboa, que terminará com um período de vigília, por todas as pessoas que, no mundo, pela sua orientação sexual ou identidade de género, são condenadas à morte, presas ou vítimas de crimes de ódio. Os dados de Maio de 2010 da ILGA internacional indicam que a homossexualidade é crime em 78 países no mundo e que em oito destes países ocorre pena de condenação à morte. No dia 10 de Dezembro assinala-se o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Este itinerário terá início na Rua Augusta (em frente ao Arco) às 19h, passará pelo Rossio (local onde pessoas homossexuais no período da Inquisição foram executadas em Portugal), pela Rua Garrett e culminará no Largo Trindade Coelho (entre a Rua da Misericórdia e a Rua S. Pedro de Alcântara, ao lado Bairro Alto) com um período de silêncio/vigília, numa acção que pretende durar das 19h-24h. A organização está a pedir a quem participe no itinerário ou na vigília que traga uma folha A4, com o número 78 ou o número 8 impresso de forma legível, afixada no peito, e uma vela, com protecção para a queda de cera.

A iniciativa está a ser preparada pela rede ex aequo – associação de jovens lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e simpatizantes, com o apoio da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) e das associações AMPLOS – Associação de Mães e Pais pela Liberdade de Orientação Sexual e Identidade de Género, ILGA Portugal e Opus Gay.

A assinalar também este dia e este evento estará a Carrinha da Diversidade da CIG, das 14h-24h, no Largo Trindade Coelho.

 

Fonte: rede ex aequo

1 comentário

Comentar