Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Porque a escola ainda não é um lugar seguro

A associação de jovens rede ex aequo apelou, mais uma vez, a todos aqueles que tenham sido ou ainda sejam vítimas ou testemunhas de uma situação de discriminação física ou verbal, por homofobia ou transfobia, em contexto escolar que denunciem essa situação através de um formulário online e anónimo disponibilizado para o efeito.  

O questionário pode ser preenchido até 31 de Dezembro e faz parte do Observatório de Educação LGBT.

Pretende-se efectuar um levantamento das situações de discriminação em função da orientação sexual ou identidade de género vividas por alunos, professores ou funcionários em espaço escolar, independentemente da orientação sexual ou identidade de género. Tal como se pode ler no site do projecto, o Observatório de Educação é também destinado àquelas pessoas que são “percepcionadas como tal” [LGBT] e, por isso, igualmente vítimas de discriminação.

No último relatório, elaborado em 2008, foram denunciados 92 casos de Norte a Sul do país retratando a situação da população juvenil LGBT portuguesa. Desses 76 eram alunos do Ensino Básico e do Ensino Superior.  Segundo a rede ex aequo esta não é “uma amostra representativa” e os membros da associação estão “conscientes que a maioria das situações de discriminação se encontram para além do nosso conhecimento enquanto associação e que muitas das vítimas ou testemunhas não têm acesso e/ou conhecimento deste Observatório e vivem sentimentos de exclusão, isolamento, baixa auto-estima, segregação social, insucesso escolar, entre outros, no mais profundo silêncio”.

Os dados agora recolhidos serão enviados em 2011 ao Ministério da Educação e a outros organismos que os solicitem, naquele que constituirá o terceiro relatório bianual que a associação elabora.