Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Associações LGBT espanholas recusam participar na maior feira de turismo de Madrid

A mais importante feira de turismo do país vizinho,a FITUR, começa hoje na capital espanhola, mas não contará com a presença das associações de defesa dos direitos dos homossexuais FELGTB, COGAM e a organizadora do Pride de Madrid, a AEGAL.

Em causa está o protesto destas organizações LGBT face à multa de 35.000€ que a Vereadora do Ambiente de Madrid, Ana Botella, quer aplicar devido ao impacto acústico do último Pride da cidade.

As entidades organizadoras do Pride de Madrid falam em “sanção injusta e desproporcionada” e que “afecta de forma contraproducente o maior evento turístico LGTB da capital espanhola, colocando em perigo a imagem de Madrid como uma cidade cosmopolita, tolerante, moderna e aberta à diversidade.” A organização do Pride de Madrid relembra que outros eventos causaram mais ruído, como as comemorações das vitórias da equipa espanhola ao longo do último Mundial, e acusam a Veradora do Ambiente de” ter dois pesos e duas medidas.” Este conflito ocorre poucas semanas depois das festividades do orgulho de Madrid terem recebido, pelo segundo ano consecutivo, o TripOut Gay Travel Award de Melhor Evento LGTB do Mundo, galardão concedido pelo canal MTV.

A FITUR realiza-se na IFEMA, espaço participado parcialmente pela Câmara de Madrid. Em 31 edições da FITUR esta seria a primeira vez que existiria uma área pensada exclusivamente para o turismo da população LGBT. Recorde-se que em 2010 tinha havido um certame em Torremolinos destinado apenas ao segmento LGBT.

Em 2004 a opinião de Ana Botella, esposa do ex-primeiro ministro espanhol José María Aznar, em relação ao casamento entre pessoas do mesmo sexo ficou célebre por terras de Cervantes: "Se se juntam duas maçãs, então temos duas maçãs. E se se juntam uma maçã e uma pêra, nunca podemos ter duas maçãs, porque têm componentes distintos. Homem e mulher é uma coisa, que é o casamento, e dois homens e duas mulheres serão outra coisa distinta".

Por cá, um ano depois da aprovação da lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo no Parlamento, não está prevista a presença de nenhuma área LGBT na BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, que se realiza de 23 a 27 de Fevereiro.