Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

O beijo que (quase) ninguém viu nos Óscares

 

Josh Brolin e Javier Bardem beijaram-se na boca durante a cerimónia de entrega dos Óscares no passado domingo. Contracenaram juntos no filme de 2007 "Este País Não É Para Velhos" dos irmãos Coen em que Bardem recebeu o Óscar de Melhor Actor Secundário. Os actores subiram ao palco para apresentar os Óscares para Melhor Argumento Original e Melhor Argumento Adaptado. Durante a sua entrada os actores dançaram um pouco e cumprimentaram-se com um beijo na boca. Nestes breves segundos, a ABC mostrou um plano da actriz Penélope Cruz, mulher de Bardem.

Após a divulgação da foto, surgiram acusações de que o beijo havia sido censurado pelos produtores da cerimónia. O site de notícias AfterElton tentou contactar a cadeia de televisão ABC, mas esta negou-se a comentar este incidente. O realizador e também produtor da cerimónia, Don Mischer, afirmou que "não fazia ideia que ia haver beijo". Já o outro produtor, Bruce Cohen, diz "que nem a dança, nem o beijo estavam no guião, o plano era filmar Penélope Cruz no público durante a entrada de Josh e Javier, que foi o que fizemos".

A cerimónia de entrega dos Óscares é transmitida por norma com um atraso de cerca de sete minutos para prevenir eventualidades. É costume cortar partes e cenas que não estão previstas. Contudo na retransmissão internacional não há cortes alguns. Por isso é que os espectadores que viram a cerimónia pela ABC não ouviram o "Fuck!" da actriz Melissa Leo, proferido durante o seu discurso de agradecimento pelo prémio de Melhor Actriz Secundária, entregue pela sua interpretação no filme "The Fighter – O Último Round".

 

Luís Veríssimo

1 comentário

Comentar