Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

O bom da Suécia não vem só do Ikea. É jogador de futebol e chama-se Anton Hysén

Tal como Steven Davies a semana passada, há outro jovem desportista a sair do armário. Trata-se do sueco Anton Hysén de 20 anos. Anton é jogador de futebol e deu uma entrevista à revista Offside que será publicada na próxima semana. “Onde estão todos os outros [jogadores de futebol homossexuais]?” faz a capa da publicação.

Na entrevista, Antón, que é filho de Glenn Hysén (ex-vedeta do Liverpool) e joga no clube Utsiktens BK, afirma: “Sou jogador de futebol. E gay. Se estou em campo então não importa se gosto de mulheres ou de homens.”

Medindo as consequências que a saída do armário possa ter na sua carreira, Antón não finta e declara: “Sei que tudo será diferente depois desta entrevista” e apela que outros atletas façam o mesmo, porque não acredita que seja o primeiro a assumir-se: "Onde estão todos os outros?". O jogador acrescenta ainda “há quem não consiga conviver com homossexuais, assim como existem xenófobos que não conseguem aceitar estrangeiros.”

Peremptório, Antón remata dizendo que "as pessoas podem chamar-me os nomes que quiserem, mas isso só me dará mais motivação.”

No futebol feminino sueco histórias de coming out não são novidade. Entre as jogadoras que assumiram sua homossexualidade está Victoria Svensson, ex-capitã da selecção de futebol feminino, que tornou pública a sua orientação sexual em 2008.

2 comentários

Comentar