Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Como encontrar o equilíbrio entre higiene e sexo oral seguro?

O assunto não é novo e pode não trazer dúvidas aos nossos leitores, mas refrescar a memória quanto a alguns cuidados nunca é demais.

Se por um lado a ausência de higiene oral é por si motivo de preocupação, pois pode originar afecções na cavidade oral, por outro o sexo oral desprotegido também não pode ser encarado como primeira opção.
Assumindo, no entanto, que esta é uma forma de intimidade usada pelos gays alguns conselhos de forma a poder reduzir os riscos que se correm podem ser úteis:

Não escovar os dentes antes de sair. Escovar provoca feridas que mesmo que não estejam a sangrar são uma porta de entrada. Mesmo considerando um período razoavelmente grande de tempo, convém não arriscar.

Usar um elixir com cloro-hexidina. Minimiza o risco de feridas e mantém algum grau de limpeza da boca. Por outro lado se tiver alguma ferida na boca, sente o ardor.

Não use fio dental. Na mesma linha de pensamento do escovar os dentes, este procedimento embora necessário a uma boa higiene oral provoca feridas.


Cuidado com comidas/aperitivos duros. Se um amendoim ou uma batata frita são facilmente mastigados, alguns aperitivos secos como avelãs são mais duros e podem provocar feridas.


Não use palitos. Para quê repetir...


Atenção a cirurgias recentes na cavidade oral. Neste campo incluem-se também apertar de aparelhos, branqueamentos, desvitalizações...


Avalie o estado da sua boca com a língua e em frente ao espelho. Zonas feridas estão mais vermelhas ou pelo contrário esbranquiçadas e têm um sabor diferente.


Verifique a higiene do pénis do seu companheiro. Uma higiene pessoal descuidada pode conter algumas surpresas menos agradáveis.


Evite sexo oral desprotegido (inclui parceiros desconhecidos e ambientes escuros...) por muito excitante que possa parecer.


Verifique se o seu companheiro é "babão". O líquido seminal também contém bactérias e vírus.


Não deixe que ejaculem na sua boca. Principalmente se o companheiro for desconhecido. Por razões óbvias (vide acima).


Evite práticas traumáticas como por exemplo "garganta funda"

 

Até para a semana, tenham bom sexo e ainda mais cuidado!

Sempre vosso, Enfº Carlos Camisão

 

10 comentários

Comentar