Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Que cuidados devem elas e eles ter na depilação?

Hoje em dia alguns cuidados podem ser transversais a ambos: Meninas e meninos.

Embora as peles sejam diferentes e provavelmente a regularidade também seja diferente, cada vez mais mulheres e homens optam por um corpo livre de pêlos... incluindo na zona genital. É para este grupo que me dirijo tendo em conta que a seguir essa zona é para ser desfrutada a dois.

Para começar cuidados mais generalistas e depois mais específicos da zona genital aquando da depilação:

- Pele bem esticada de forma a evitar pregas e magoar ou ficarem zonas ainda com pêlos;

- Pele sempre bem limpa. Resíduos impedem a correcta eficácia seja da cera, seja do creme.

- Cuidado com o produto aplicado. Ver primeiro se desenvolve alergia. Coloque numa zona pequena do corpo com pele mais forte, por exemplo as pernas ou coxas;

- Esfolie a pele três dias antes e três dias depois. O objectivo é evitar pêlos encravados, que além de inestéticos podem ser dolorosos se infectarem;

- Use loções pós-depilação. Preferencialmente para o seu tipo de pele ou loções específicas;

- Respeite as instruções do fabricante. Nunca aplique o depilador (cera, creme ou máquina) sem ser de acordo com as instruções.

Relativamente  à depilação da genitália, os cuidados são ainda mais importantes. Primeiro porque é uma zona com pele e mucosas (estas muito mais sensíveis a produtos externos), depois porque estão mais “escondidas” e estão sujeitas a humidade, calor e agressões que outra pele não está.

Se por um lado costumamos ser cuidadosos com esta parte, quando chega a hora h, esta é a zona mais exposta.

-  Verifique o produto depilatório a aplicar. Seja ele qual for, a pele desta zona é mais sensível (nem que seja por não estar tão exposta, seja porque é mais fina). A reacção alérgica poderá ser, portanto, mais séria e mais dolorosa.

- Roupa interior. Se porventura puder, use algodão por exemplo. Habitualmente roupa interior sintética é mais propícia a provocar alergias;

- Atenção aos cremes aplicados. Deixe que sejam completamente absorvidos pela pele. Além de poderem provocar desconforto, podem auxiliar ao aparecimento de pêlos encravados.

- Cuidado com fluidos corporais. Principalmente os que não são seus. Mulher ou homem. A depilação, seja de que forma for, provoca sempre micro feridas na pele que permitem a entrada de agentes estranhos (naturais ou artificiais)

- Introdução de objectos estranhos. O pêlo, por estranho que pareça, e embora promova alguma fricção, também permite evitar aderência em peles pouco lubrificadas. A ausência de pêlo implica maior lubrificação.

- Fricção. Peles depiladas são mais sensíveis e mais facilmente ficam sem pele ou em ferida.

Use esta forma de higiene pessoal como maneira de atingir intimidade e já sabe...

Até para a semana, tenham bom sexo e ainda mais cuidado!

Sempre vosso, Enfº Carlos Camisão