Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Protesto contra homofobia nascido na tv surpreende com 10 mil pessoas em Badajoz

Créditos: Hoy.es

A iniciativa que partiu do programa televisivo El Intermédio do canal espanhol La Sexta reuniu 10 mil pessoas este Sábado em Badajoz. A génese do evento surgiu como reacção aos comentários homofóbicos de Miguel Celdrán, presidente da Câmara de Badajoz, no passado mês de Fevereiro e que o dezanove noticiou. O destaque do órgão de comunicação social português mereceu inclusive destaque posterior no programa televisivo.

A praça Alta da cidade espanhola foi o ponto de encontro das milhares de pessoas que aceitaram o repto lançado pelo programa de televisão: invadir Badajoz mostrando ao Presidente da Câmara local que há efectivamente lugar para todos incluindo os “palomos cojos” (expressão idiomática pejorativa para os homossexuais). A organização do programa fretou dois autocarros que trouxeram cerca de 100 manifestantes que se juntaram àqueles que, ao som da música do cantor de flamenco e homossexual assumido Falete, empunhavam cartazes com palavras de ordem pela liberdade sexual, bandeiras do arco-íris e mensagens contra a homofobia.

A co-apresentadora do programa “El Intermedio”, Beatriz Montañez, declarou que “exige-se aos que nos representam - e a que pagamos o salário - que respeitem a orientação sexual de todos” e “uma determinada orientação sexual não nos torna piores ou tão pouco melhores".

1 comentário

Comentar