Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Canadá: Casal decide não revelar género de bebé

O casal canadiano Kathy Witterick e David Stocker decidiu criar uma criança “sem género” para que esta possa decidir o seu próprio género quando crescer. Storm (que significa tempestade em tradução livre) é o terceiro da prole do casal, que já tem dois rapazes, Jazz e Kio, de cinco e dois anos de idade, respectivamente.

Segundo o jornal Toronto Star, apenas a mãe, pai, irmãos, um amigo chegado e as parteiras presentes durante o nascimento de Storm sabem o género da criança, contudo, declaram não haver qualquer ambiguidade nos genitais do bebé.

O casal enfrenta forte críticas por parte da família, amigos e psicólogos que declararam que Storm está a ser alvo de uma experiência e que os seus irmãos são demasiado pequenos para saber guardar um segredo.

Após o nascimento de Storm o casal enviou um e-mail à família e amigos em que se podia ler: “Decidimos não revelar o sexo de Storm por agora – é um tributo à liberdade de escolha em vez de uma limitação, um exemplo daquilo que o mundo se poderá vir a transformar durante a vida de Storm (um mundo mais progressista?... )”.

Os outros filhos do casal, Jazz e Kio, foram encorajados a decidir por si mesmos. Os dois rapazes, que gostam de ter cabelo comprido e usar vestidos, são muitas vezes percepcionados como raparigas. As crianças não frequentam nenhum estabelecimento de ensino e são ensinados em casa, o que lhes permite planear os seus dias sem testes ou trabalhos de casa.

O casal decidiu criar Storm sem género depois das reacções que as pessoas tinham sobre a aparência do seu filho mais velho e por verem o sofrimento intenso a que este foi sujeito. A decisão foi reforçada após David Stocker ter lido o livro “X: A Fabulous Child’s Story” que conta a história de uma criança sem género que ultrapassa o bullying. A  mãe declarou: “Quando um bebé nasce a primeira coisa que as pessoas perguntam, mesmo as mais próximas, é : “é menino ou menina?” David Stocker remata: “Se realmente se quer conhecer alguém, não se pergunta o que está entre as suas pernas.”

Lúcia Vieira