Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

1º de Maio: Local de trabalho continua a penalizar população LGBT

É mais um estudo que indica que ainda existe um longo caminho a percorrer na visibilidade LGBT no local de trabalho. O investigador Ben Capell, da ESADE Business School – Universitat Ramon Llull, com o apoio da Workplace Pride Foundation, acaba de apresentar as conclusões da pesquisa “Uma questão de confiança: a visibilidade LGBT no local de trabalho”, a poucos dias do Dia do Trabalhador.

O estudo baseia-se em 431 respostas, de cidadãos europeus. Assim, 60 por cento refere que já viveu algum tipo de discriminação ou hostilidade por ser LGBT no local de trabalhos nos últimos dois anos. A maioria das experiencias negativas são de forma indirecta, isto é colegas de trabalho que falavam de pessoas LGBT de forma negativa. Além disso, 68 por cento afirma que é mais provável que seja visível quando à sua orientação sexual com amigos do que no local de trabalho.
O estudo também indica que quando os departamentos de recursos humanos das empresas adoptam medidas para fomentar a diversidade sexual e de género no local de trabalho, os trabalhadores sentem-se mais confortáveis para revelar a sua identidade LGBT. Uma vez visíveis, estes trabalhadores aumentam o seu compromisso e motivação para promover os objectivos da empresa ou organização.