Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

1ª escola da rede ex aequo no início de Outubro

A rede ex aequo, associação de jovens LGBT e simpatizantes com idades entre os 16 e os 30 anos inclusive, irá realizar dias 3, 4 e 5 de Outubro a 1ª escola da rede ex aequo. Fundada em Abril de 2003, a associação tem nos grupos locais e Projecto Educação, desde 2002 e 2005 respectivamente, dois projectos fulcrais para dar apoio a jovens LGBT e educar alunos e docentes sobre orientação sexual e identidade de género.

Existem neste momento três grupos em funcionamento (Cascais, Lisboa e Porto), além disso, a associação organiza mensalmente reuniões sobre temáticas LGBT (recebendo frequentemente convidados com experiência no tema), através de educação não formal entre pares, num ambiente seguro, acolhedor e divertido, diminuindo o isolamento e fomentado laços entre os jovens.
Por sua vez, o Projecto Educação é um projecto contínuo da associação que visa uma intervenção educacional através da disseminação de informação sobre temática LGBT entre professores e alunos do 7º ao 12º ano, formadores de professores, professores estagiários e alunos do Ensino Superior. Este projecto promove debates nos quais se fala livremente sobre orientação sexual e identidade e expressão de género, diminuindo assim a disseminação de informação incorreta, preconceituosa e estereotipada.

Neste contexto, a rede ex aequo tem abertas até dia 28 de Setembro as inscrições para a 21ª Formação de Coordenadoras/es e Candidat@s a Coordenadoras/es ou Fundadoras/es de Grupos Locais de Jovens LGBT e a 11ª Formação de Oradoras/es do Projeto Educação LGBT, que pela primeira vez vão decorrer em simultâneo na escola da rede ex aequo. Aceitam-se candidaturas de jovens de todo o país, independentemente a orientação sexual e identidade e expressão de género, entre os 16 e 30 anos para o cargo de coordenadores e 18 e 30 para o cargo de oradores.

As inscrições serão analisadas pela direcção da rede ex aequo, que irá entrar posteriormente em contacto com os candidatos. A rede ex aequo cobre as despesas de deslocação (segundo o meio de transporte mais económico) e de estadia. A alimentação está a cargo de cada formando. As formações irão decorrer em simultâneo, pelo que só é possível a inscrição numa delas. Para mais informações, basta enviar um e-mail para geral@rea.pt. As formações terão lugar na Pousada da Juventude de Catalazete, em Oeiras.

Esta é uma oportunidade, enquanto voluntário, de expandir os conhecimentos em temáticas LGBT e aumentar a capacidade de comunicação entre pares, contribuindo para uma sociedade mais informada, menos preconceituosa e mais promotora da diversidade.

 

Tiago Teixeira