Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Os mais procurados do ano

Ao longo de 2013, foram procurados no Google 35.085 termos que tiveram como destino o dezanove.pt. Apresentamos, por isso, o top 10 das palavras e expressões mais pesquisadas do ano.

 

 

 

 

Luís Borges e Eduardo Beauté apresentaram a pequena Lurdes neste Natal





Já se sabia que Eduardo Beauté e Luís Borges queriam adoptar mais uma criança. Esta semana deram a primeira entrevista já com a pequena Lurdes à revista Lux. No dia a seguir ao Natal o casal partilhou no Facebook uma fotografia com os filhos Bernardo e Lurdes e com a seguinte legenda: "Bom dia e festas felizes".



Amores-perfeitos espalhados pelo mundo combatem homofobia (com vídeos)

O site GreenSavers faz-nos chegar a história de Paul Harfleet, um jovem britânico, que decidiu pôr em prática nas ruas e online uma acção original para combater a homofobia. 

Em 2005 o jovem Paul sofreu três ataques homofóbicos no mesmo dia. Os casos ocorreram quando Paul passeava com o namorado nas ruas de Manchester. Paul Harfleet decidiu então criar o projecto The Pansy (amor-perfeito em português), plantando estas flores em locais onde homossexuais foram vítimas de algum tipo de violência. Nesse local é tirada uma foto que é depois publicada online.

Futebolista gay cria site para ajudar outros atletas a sair do armário

Depois de assumir no a sua orientação sexual aos 25 anos, o futebolista norte-americano Robbie Rogers viveu um ano "louco". Há cerca de uma semana, em entrevista ao jornal "The Guardian", o ex-internacional, que entretanto se retirou dos relvados, afirmou "A maioria das coisas que temia não aconteceram. Foi exactamente o contrário: recebi amor e apoio por parte de amigos, colegas e família".

 

Aumentam as empresas LGBT-friendly nos EUA

A Human Rights Campaign (HRC - Fundação para os Direitos Humanos) publicou este mês o Corporate Equality Index (CEI) para 2014, no qual destaca 304 empresas como "Best Places to Work for LGBT Equality", os melhores sítios para trabalhar do ponto de vista da igualdade LGBT. Trata-se de um número recorde.

EUA: Vizinhos homófobos passam a ter vista para casa arco-íris

Mary Pham, uma médica residente na localidade de Irvine (Califórnia), decidiu mostrar o seu apoio à comunidade LGBT hasteando uma bandeira do arco-íris em casa. Hastear bandeiras, por exemplo de equipas desportivas, é um hábito na localidade tido como sinal de apoio às mesmas. O episódio remonta a Abril contam os sites Shewired e Pleasure Chest. Desde então Mary tem sido alvo de comentários homofóbicos e até mensagens de ódio por parte dos vizinhos.

Sem planos para a tarde de Natal? Vai ver a "Grande Revista à Portuguesa"

Até no Dia de Natal João Baião, Marina Mota, Maria Vieira, Vanessa Silva, Ricardo Castro, Filipe Albuquerque e Rui Andrade e um vasto número de bailarinos darão corpo à "Grande Revista à Portuguesa" em cena no Teatro Politeama, em Lisboa. A peça comemora os 100 anos deste teatro lisboeta e pretende homenagear um género musical tão português. Sempre em linha com a actualidade, encontramos em vários actos referências à adopção e ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Uma peça cheia de humor, cor e música e com a assinatura de Filipe La Féria.

Abriu a Gayola em pleno Príncipe Real

O antigo restaurante/bar BS, localizado na rua da Imprensa Nacional (Lisboa), mudou de conceito e de nome. Mantendo a mesma gerência, apresenta-se agora como Gayola. “Quisemos dar uma outra vida à casa que estivesse enquadrada no target do Príncipe Real e que tivesse um ambiente cosmopolita”, explica Madalena Pereira, relações públicas do espaço.

Análise aos direitos das pessoas transexuais na Europa

Quando nascemos é-nos de imediato atribuído um sexo (por vezes confundido com género), baseado apenas em características anatómicas ou biológicas. Sendo assim, ou se pertence ao sexo feminino ou ao sexo masculino.

O género, pelo contrário, não é um conceito biológico. É um conceito social e cultural, que resulta dos vários paradigmas e estereótipos existentes numa determinada sociedade. Logo, é desde a nascença que começamos a interiorizar aquilo que “deve” ser o nosso género.

Pág. 1/3