Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

“Power Rangers” fazem história com primeiro super-herói LGBTI

ranger amarela.jpg

 

Durante a segunda parte do remake da série de TV direccionada para crianças que ficou popular nos anos 90, a Power Ranger Amarela Trini Kwan, interpretada por Becky G, debate-se com a sua orientação sexual.

 

 

 

Quando os pais morreram da doença fatal (com vídeo)

 

pai.jpg

 

Uma menina de sete anos que vai viver com os tios porque os pais morreram. Este é o ponto de partida do filme “Estiu, 1993” ("Verão, 2013"), que foi apresentado no Festival de Cinema de Málaga e que poderá inscrever-se na linha de produções como “Filadélfia”, “Dallas Buyers Club” ou “As Horas”.

 

Miguel Agramonte vai lançar novo romance

 

agramonte.jpg

 

A trama é passada em São Paulo, no Brasil, embora, segundo o autor, pudesse “acontecer em qualquer grande cidade”. Miguel Agramonte vai publicar o seu novo romance “Amar de olhos fechados” (Pastel de Nata Edições) no início de Abril. Haverá apresentações da obra em Lisboa e Porto.

 

Carta a ti, que abusaste sexualmente de mim

Angelo.png

 

Escrevo-te hoje esta carta porque chegou o momento de encerrar definitivamente este assunto e de seres confrontado com a realidade: tu abusaste sexualmente de mim quando tinha 11 anos. Abusaste de uma criança que, como todas crianças, dependia dos adultos para a sua segurança. Aproximaste-te com as tuas mentiras e afectos, vieste como um amigo e deste-me atenção para criar uma relação comigo, uma relação que trouxe uma factura destruidora para a vida. Ao convidares-me para entrar na tua casa e te aproveitares sexualmente de mim, de uma criança de 11 anos, destruíste também parte dessa criança, parte de mim.

 

 

Quando foi comigo, o paneleiro

Leonardo Rodrigues.jpeg

Existem dias em que com muita esperança, talvez presunção, penso "já passou", que, enquanto adulto, está tudo bem, que não voltarei a sentir isolamento, que não vou olhar o mundo e pensar que está contra mim e que já fiz o percurso que tinha de ser feito. Está mais perto, mas sair do armário, como lhe chamam, faz apenas parte do início da caminhada.

 

 

Pág. 1/3