Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

13º Ciclo de Cinema LGBTI da rede ex aequo arranca no Porto

ciclo de cinema da rede ex aequo.png

O 13.º Ciclo de Cinema LGBTI da rede ex aequo já encontrou um vencedor para o seu concurso de design. O trabalho de Jorge Queirós, de 24 anos, residente em Vila Nova de Gaia foi o escolhido pela associação de jovens LGBTI, pela marca de roupa portuguesa MUCH underwear e pelo site dezanove.pt. O prémio consiste em 150 euros.

“A Direcção-Geral de Saúde nada fez em todo este tempo”

pjimage (20).jpg

 

“O Centro Europeu de Vigilância Epidemiológica (ECDC) alertou as autoridades europeias para o surto de hepatite A em Agosto de 2016. Os primeiros casos 'em excesso' começaram a ser notificados em dezembro de 2016. A Direcção-Geral de Saúde (DGS) nada fez em todo este tempo e não acautelou o stock de vacinas, agora em ruptura”. A denúncia é do médico Bruno Maia, que é também activista do CheckpointLX/GAT, num artigo de opinião publicado no jornal Público.

 

 

 

Como é que os portugueses encaram o uso de produtos eróticos

toys.jpg

 

A que recorrem os portugueses para estimular a sua vida sexual? Um quarto opta pela literatura erótica, 27 por cento prefere roupas diferentes, óleos e lubrificantes, 36 por cento admite masturbar-se e 15 por cento utiliza produtos eróticos (como dildos e estimulantes) para ter mais prazer.

Quando política e religião se entrelaçam num êxtase diabólico

 

banner opiniao_Alexandre Iourtchenko.png

 

Correu nos média a notícia sobre 100 homossexuais detidos na República da Chechénia e, pelo menos, três mortos devido aos ferimentos e torturas. Fico perplexo que alguém ainda esteja surpreendido. Tentaremos perceber o que se passa por trás desta barbaridade.

 

Menino adoptado por casal homossexual diz ser “a criança mais feliz do mundo”

Pequeno João 2.png

Numa escola pública, localizada em Ferraz de Vasconcelos, um munícipio brasileiro do estado de São Paulo, uma professora pediu aos seus alunos que fizessem uma composição sobre como seria a vida do menino mais feliz do mundo. Não havia limites para o que poderia ser descrito. Poderia ser uma criança que tivesse super-poderes ou outra qualquer particularidade. Foi deste modo que o pequeneno João, de apenas 11 anos, escreveu sobre ele mesmo.