Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Primeiro clube de futebol de lésbicas é um “porto de abrigo”

Quantas personalidades do desporto abertamente gay consegues nomear? Martina Navratilova, Billie Jean King, Gareth Thomas... e poucos mais. Quanto ao futebol da Primeira Liga inglesa a lista é ainda mais curta: apenas Justin Fashanu, que se suicidou em 1990. Vários activistas pelos direitos gay argumentam que isto se deveu às pressões de que Justin era vitima por ser o único futebolista fora do armário.

A instituição de caridade criada em memória do jogador, a Campanha Justin, organizou na semana passada um torneio de futebol que contou com equipas gay-friendly do Reino Unido, incluindo a primeira equipa exclusivamente lésbica do Reino Unido, as Belfast Braves. Esta equipa inclui mulheres que integram a Northern Ireland Ladies' Football Association League, mas que sentiram que um clube apenas com lésbicas criariam "um ambiente mais seguro", declarou a presidente Lesley Todd ao The Guardian "Segundo a nossa experiência, as jogadoras lésbicas em clubes ditos normais, acabam por ser vitimas dos comentários", completou.

A capitã da equipa, Angie Young, declarou que Belfast não é exactamente um bastião dos valores liberais, mas que as Belfast Braves tiveram uma recepção positiva. "As atitudes mudaram bastante, mas ainda existe discriminação. É por isso que esta equipa é considerada um porto de abrigo", contou.