Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Sexy Fingers: sim, podem fazer-se muitas coisas com um só dedo (vídeos)

A associação de luta contra o VIH/sida em França, a AIDES, e a agência de comunicação JWT Paris lançaram hoje a campanha interactiva "Sexy Fingers" (“Dedos sexy” em tradução livre).

Na campanha basta um dedo (ou um botão de rato no caso dos cibernautas) para transformar partes do corpo ou objectos fetichistas. Os criadores da campanha criaram uma aplicação para androids e um site interactivo propositadamente para o efeito onde os utilizadores podem “tocar” e “explorar” criando simultaneamente um verdadeiro crescendo sonoro e visual até tornar a experiência irresistível. O director da campanha é Jean-Michel Tessier e a música é dos Flairs.

 

Em França já só basta uma gota

Desde o final de 2010, os testes de despistagem do VIH em França não são apenas efectuados em centros médicos. Anteriormente a prática obrigava a aguardar o resultado durante vários dias. Os testes, completamente anónimos, podem agora ser efectuados rapidamente nos centros da AIDES. Basta uma picada na ponta de um dedo para obter uma gota de sangue, o que é suficiente para realizar a análise. O primeiro resultado surge após uns minutos. A organização da campanha defende que este tipo de despistagem deve ser um acto banal e que se deve falar do tema entre amigos tal como se vai comprar uma tipicamente francesa “baguete” de pão, até porque muitas pessoas, como trabalhadores do sexo ou toxicodependentes, não dispunham de uma oferta adequada para efectuar um rastreio.

 

Férias com sexo seguro

Em Abril passado a AIDES também tinha lançado uma campanha de sensibilização para turistas em férias. Num curto filme animado, Willy (ou Popol na versão francesa), nome de pénis encarnado em turista, passeia incansavelmente pelo planeta lembrando-nos, a todo o instante, que todos devem praticar sexo seguro, porque afinal nunca sabemos se aquele pénis é muito "viajado".