Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Os melhores e os piores do Brasil

O Grupo Gay da Bahia entregou, pela vigésima vez, os Óscares Gay, que distinguem os amigos e os inimigos da comunidade homossexual nos últimos 12 meses. E os vencedores são:

Os mais homofóbicos (Troféu Pau de Sebo):

- O presidente do Palmeiras, Luiz Belluzzo, pela declaração “Vamos matar bambi!”

- A direcção da Escola de Samba Gaviões da Fiel “por expulsar um grupo de gays por dançarem de forma ´afeminada´”

- O senador Magno Malta “pela campanha contra a criminalização da homofobia”

- O pastor Silas Malafaia, da Assembléia de Deus, por defender que a homossexualidade é “abominação, paixão infame, perversão moral e rebelião consciente contra o que Deus estabeleceu na criação”

E os Óscares vão para:


- Roberto Carlos por apoiar o casamento entre pessoas do mesmo sexo

- O cantor Wando, “que apesar de passar uma ideia de conquistador machista”, ser favorável ao casamento e à adopção

- Maurício de Sousa por ter incluído entre os personagens da Turma da Mônica, a personagem gay Caio