Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Agressão homofóbica no Príncipe Real. A resposta será dada a 24 de Setembro (actualizada)

"Fui vitima de violência física homófoba neste Sábado passado, na Rua das Aldelas com a Travessa da Piedade no Príncipe Real (Lisboa). Isto porque estava aos beijos nesta rua deserta às 4 da manhã." O relato é feito na primeira pessoa pelo artista João Galrão que decidiu passar à acção, convocando casais e amigos a encontrarem-se na noite de 24 de Setembro à 1h30, em frente ao Woof Lx para participarem no Manifesto do Beijo.

"Por sugestão e insistência de alguns amigos surgiu a ideia deste manifesto, e é uma ideia simples, não são necessários bandeiras nem autocolantes no corpo, só darm...os todos um beijo à frente do Bar Woof, não interessando a orientação sexual, pode ser mulher com homem, homem com mulher, mulher com mulher ou homem com homem", refere João Galrão, no grupo entretanto criado no Facebook. "Importante é darmos um beijo como protesto desta subida de violência nesta zona de Lisboa e levantarmos o nosso orgulho e beijarmos quem quisermos". Apesar de dar a cara pela agressão, João Galrão diz que não pretende dar a cara pela manifestação pacífica. "Não dou entrevistas em que mostre o rosto nem pretendo ter mediatização com este gesto mas era interessante haver o mínimo de cobertura jornalistica orientada para o movimento em si", completa. Até ao momento, mais de 90 pessoas tinham confirmado a intenção de participar no Manifesto do Beijo.

 

Notícia editada a 13 de Setembro, com a alteração da data do Manifesto do Beijo para 24 de Setembro.

6 comentários

Comentar