Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Queer Lisboa 15 - Destaques quarta-feira, 21 de Setembro (com trailers)

O filme grego "Mesa Sto Dasos" volta a ser exibido hoje, quarta-feira, 21. É hoje apresentado o Programa de Curtas 1, cujas curtas-metragens são votadas pelo público. Começa hoje também a exibição dos filmes da sessão Queer Art que este ano assume como tema o verbo "transgredir", como acto de toda a "transgressão" que domina o festival este ano. É nesta secção que por excelência são exibidos os filmes mais ousados e inovadores.

 

19h30 Sala 1


Programa de Curtas 1 - Secção Competitiva para Melhor Curta-Metragem
"Chasse à l'Homme" (França, 2010, 28'), de Stéphane Olijnyk, ficção, versão original francesa, legendada em inglês.


Um jovem terrorista é capturado por Gavras, um atirador da Unidade de Intervenção Especial que anda na sua alçada.

 



"Tomorrow Everything Will Be Alright" (Líbano, Reino Unido, 2010, 6'), de Akram Zaatari, ficção, versão original inglesa, sem legendas.


Num mundo globalizado onde a internet nos aproxima a todos, este filme traz uma nova luz sobre as linguagens tecnológicas.

 



"Spring" (Reino Unido, 2010, 13'), de Hong Khaou, ficção, versão original inglesa, sem legendas.

Um jovem encontra-se com um estranho para sexo, experiência a qual mudará a sua vida para sempre.

 



"Plan Cul" (França, 2010, 12'), de Olivier Nicklaus, ficção, versão original francesa, legendada em inglês.

Dentro de 15 minutos, Oliver espera uma visita "apenas para sexo". Mas será assim tão fácil? Esta curta conta com a presença de François Sagat.



 

"Fuckbuddies" (Espanha, 2011, 6'), de Juamma Carrillo, ficção, versão original castelhana, legendada em inglês.

Dois homens aproveitam o seu intervalo para almoço, para uma rápida sessão de sexo dentro do carro, nos arredores da cidade.

 

 

"Qing shao nian" (Singapura, 2011, 9'), de Hakym Noh, ficção, versão original mandarim, legendada em inglês.

Uma série de vinhetas que envolvem parricídio e a descoberta sexual partilhada por duas meias-irmãs.



 

 

22h Sala 1




"Stadt Land Fluss" (Alemanha, 2011, 84'), de Benjamin Cantu, ficção, versão original alemã, legendada em inglês, repete amanhã, quinta-feira, 22, às 17h na sala 1.

Marko começou agora o seu trabalho numa grande quinta, 60 quilómetro a sul de Berlim. Para além do trabalho, não tem muitos amigos; os 11 outros estagiários olham-no como um ser solitário. No entanto, quando Jacob, um novo estagiário, chega à quinta, Marko começa aos poucos a revelar o seu lado marginal.

 

 

 



 

17h Sala 3


Secção Assume Nothing: Intersexualidade e Representação Visual
"Not so Black or White" (Reino Unido, Austrália, 2006, 4'), de Col Cruise, animação, versão original inglesa, sem legendas, sessão única.


O narrador intersexual desta animação fala das experiências do seu corpo.

 

 

 

"Assume  Nothing" (Nova Zelândia, 2009, 81'), de Kirsty MacDonald, documentário, versão original inglesa, sem legendas, sessão única.


A maior parte de nós assume que existem apenas dois géneros, e que o ser homem ou mulher é uma mera consequência dos nossos corpos biológicos. Inspirado pela obra da fotógrafa neo-zelandesa Rebecca Swan, este documentário aborda a arte, fotografia e performances de cinco artistas de género "alternativo".

 

 

 

 


 19h Sala 3


Queer Art
"Difficult Love" (África do Sul, 2010, 48'), de Zanele Muholi, Peter Goldsmid, documentário, versão original inglesa, sem legendas, sessão única.

O filme apresenta-nos um vívido olhar pessoal aos desafios enfrentados pelas lésbicas negras da África do Sul, nos dias de hoje. É um retrato da vida, fotografias, trabalho, amigos e colegas da "activista visual" e reconhecida fotógrafa Zanele Muholi.

 

24h Sala 1


Noites Hard
"The Island" (EUA, 2009, 68'), de Ryan Sullivan, documentário, versão original inglesa, sem legendas, sessão única.


Mais do que um raro documento do interior de uma das mais polémicas produtoras de vídeos pornográficos, a Treasure Island Media, "Island" é um retrato pessoal de um homem à procura do seu irmão, expulso de casa na adolescência, por ser gay.

 

 

 

Luís Veríssimo

 

Já segues o dezanove no Facebook?