Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Como Steve Jobs ajudou a causa LGBT

A morte do fundador da Apple, Steve Jobs, foi notícia em todo o mundo, sendo agora recordado como um visionário na área das telecomunicações. No entanto, como relembra o site Queerty, Jobs teve também um papel activo na visibilidade da causa LGBT.

A começar pela nomeação de Tim Cook, como seu sucessor. O novo CEO da Apple é já considerado o gay mais poderoso do mundo. Depois, por oferecer os mesmos direitos aos casais homo e heterossexuais que trabalham na empresa, ao ponto de a Apple obter a pontuação máxima no Human Rights Campaign's Corporate Equality Index. Os próprios trabalhadores têm dado a cara na luta contra a homofobia. Há ainda que apontar para a filantropia, já que a empresa doou 100 mil dólares para ajudar a combater a Proposição 8, que foi a referendo na Califórnia. E claro, quem não se lembra das cores do arco-íris do primeiro logotipo da Apple?