Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Anti-gay gostava de prostitutos para carregar as malas

 

George Rekers demitiu-se da direcção da National Association for Research and Therapy of Homosexuality (NARTH), a principal organização norte-americana que alega curar a homossexualidade, depois de ter sido fotografado ao lado de um prostituto. O casal foi reconhecido quando regressava de 10 dias de férias na Europa. Rekers, que defende que a homossexualidade pode ser curada, recusou ter praticado qualquer “comportamento sexual ou ilegal” e referiu que tinha contratado Lucien, para carregar as malas, dado o seu estado de saúde fragilizado. Lucien, que publicita os seus serviços no site Rentboy.com, disse à CNN que tinha sido contratado para carregar as malas e para prestar durante uma hora diária “massagens sexuais”. Num comunicado alojado no site da NARTH, Rekers acusou as notícias de serem falsas e assegurou nunca ter tido qualquer comportamento homossexual. “Não sou nem nunca fui gay.”