Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Panteras Rosa estiveram entre os 300 mil manifestantes contra as desigualdades

Não foi preciso esperar pelo mês de Junho para ver a bandeira do orgulho LGBT no Terreiro do Paço. A bandeira do arco-íris que simboliza a luta dos direitos das lésbicas, gays, bissexuais e pessoas transgéneras foi entre muitas na manifestação da CGTP este Sábado em Lisboa.

 

Inês Ribeiro, do colectivo Panteras Rosa, explicou em declarações ao dezanove.pt algumas das razões da presença nesta manifestação: “Os LGBT, como minoria na sociedade, são alvo de uma crescente homofobia e dos ataques do governo, que nos impedem, por exemplo, de aceder à procriação medicamente assistida”. A activista frisa que enquanto “vítimas do preconceito social somos os primeiros a ser afectados pela crise, somos os primeiros a ser despedidos ou a não ter sequer acesso a postos de trabalho”. “Lutamos por mais direitos e contra a homofobia”, rematou.

 

Segundo Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP recentemente eleito, estiveram na manifestação 300 mil pessoas. "Não aceitamos que neguem aos nossos filhos o direito constitucional ao trabalho", referiu o líder da CGTP. "Arménio Carlos informou que a 29 de Fevereiro se irão realizar manifestações por todo o país.

 

Já segues o dezanove no Facebook?