Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

[SSEX BBOX] o documentário na net sobre sexo fora da caixa (com vídeos)

Há um novo conceito de documentário. É online, é feito em vários países procurando vários ângulos sobre um mesmo assunto, mas, como qualquer outro documentário, pretende descrever uma realidade. Neste caso o tema central é despertar a consciência sexual.

 

O dezanove.pt entrevistou Priscilla Bertucci, uma brasileira multifacetada que está a produzir os documentários [SSEX BBOX] em redor do mundo. Priscilla é artista da área multimédia, fotógrafa e designer desde 1997. Trabalhou em cinema, publicidade e ainda actua como VJ de  performances visuais em eventos e festivais no Brasil, França e Estados Unidos. É fundadora da Kumba Films e actualmente está radicada nos Estados Unidos.

Os primeiros dois episódios de [SSEX BBOX] que realizou, de um total de dez previstos, já foram divulgados. O projecto termina em Novembro à média de um episódio por mês. Vamos ver como anda a sexualidade fora da caixa:

 

dezanove: Como defines o [SSEX BBOX]?

Priscilla Bertucci: [SSEX BBOX] é uma web-série documental de justiça social que procura criar consciência sexual em várias partes do mundo. Acreditamos que sexo deveria ser mais discutido, explorado, sentido e experimentado conscientemente e "fora da caixa".

O nosso objectivo é expandir a consciência oferecendo informações, conversas e novas ideias, para desmantelar a vergonha, o isolamento e ignorância e facilitar a educação da comunidade questionando os entendimentos arcaicos e obsoletos de género e sexualidade.

Levamos os espectadores numa tournée por São Paulo, San Francisco, Berlim e Barcelona. O [SSEX BBOX] revela as muitas faces da sexualidade a nível internacional, e explora suas colisões com a censura e as fronteiras cívicas.

Actualmente, temos equipas de filmagem documentando nessas quatro cidades "a sexualidade fora da caixa" por meio de entrevistas com educadores sexuais, artistas, personalidades e pessoas com uma diversificada gama de orientação sexual e género: gays, lésbicas, bissexuais, transexuais, género queer e heterossexuais sobre assuntos como género, orientação sexual, poliamor e habilidades em relacionamentos.

 

Como surgiu esta ideia de documentar em vídeo as diferentes perspectivas internacionais sobre o sexo?

[SSEX BBOX] foi criado em 2010, após muita indignação de amigos em relação a um programa de televisão brasileiro “reality show” bem popular, que colocou no ar as histórias de dois gays e uma lésbica pela primeira vez no Brasil. No processo, um heterossexual, personagem masculino cisgénero, ameaçou atacar a personagem lésbica na premissa de sua orientação sexual. O público votou massivamente para o manter no programa e expulsar a personagem lésbica. Ele venceu por maioria o programa. No Brasil, um homossexual é assassinado a cada 36 horas, em média. E os números de crimes de ódio continuam a crescer todos os anos.

 

 

Como vão ser os próximos episódios? Há apoios para os produzir?

Esta é uma série documental de dez episódios na internet. Vamos lançar os episódios entre Janeiro e Novembro de 2012. Cada episódio será focado num tema especifico.

Embora nos tenhamos candidatado a apoios financeiros ,o [SSEX BBOX] não recebeu quaisquer fundos. Mas através de donativos pessoais de produtores e realizadores e com um pouco de dinheiro angariado em eventos mantivemos firme o nosso compromisso com o diálogo livre, internacionalmente acessível, multilinguístico, comunitário, educativo bem como com  desmantelamento da vergonha, ignorância e isolamento.

E neste momento estamos a procurar via PayPal manter o trabalho do [SSEX BBOX] vivo!

 

 

 

Já segues o dezanove no Facebook?