Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

“Cidadãos de 2ª Classe”, um documentário de Yezak em prol da igualdade (com vídeo)

O mais recente documentário do realizador Ryan James Yezak, de 25 anos, fala dos sentimentos das pessoas alvo de discriminação em função da sua orientação sexual ou identidade de género e da sua vontade em não perpetuar a discriminação. Yezak descreve-o como “uma abordagem sobre o tratamento injusto dado aos homossexuais pelo Governo e sociedade norte-americanos”.

 

O dezanove.pt entrevistou Ryan James Yezak, também conhecido como o realizador do videoclipe California Gays, a propósito do seu mais recente trabalho com data prevista de estreia para 2013.

 


 

dezanove.pt: “Nós também queremos saber” como nasceu a ideia de fazer um documentário sobre a discriminação que põe a tónica na primeira pessoa. Consegues revelar-nos os pormenores?

Ryan James Yezak: A ideia deste documentário nasceu há sensivelmente três anos quando me apercebi que estava a ser discriminado pelo Governo e pela sociedade do meu país. Foi logo a seguir à Preposição 8, que retirou o acesso à igualdade ao casamento entre pessoas do mesmo sexo no estado da Califórnia. Quantas mais desigualdades via, mais vontade sentia de agir. Numa ocasião a minha chefe pediu-me para ir doar sangue com ela e eu tive de recusar ir com ela e explicar-lhe que o meu sangue era negado. Foi aí que me senti um cidadão de 2ª classe e quando decidi avançar com a realização deste filme.

 

Quase meio milhão de visualizações depois, qual é o plano agora?

Muitas pessoas mostraram interesse neste filme e têm-no partilhado. Muitos jornalistas e bloggers escreveram sobre isto e eu fico muito contente com esta exposição bem como a outras causas que defendo. Agora o objectivo é apresentar o filme no Festival de Sundance [EUA] e fazer com que depois o mesmo circule pelos itinerários habituais que se seguem até chegar ao maior número de pessoas possível.

 

Sentes que tens ajudado a mudar mentalidades e a despertar consiências?

O feedback tem sido avassalador e positivo. Este projecto foca-se totalmente no amor e na importância de tratarmos todos com igualdade. O filme mudou a mentalidade de algumas pessoas e reforçou a mentalidade de outras. Acredito que este ideal vá perdurar à medida que o filme alcance mais público.

 

Já segues o dezanove no Facebook?