Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Nobel da Paz defende prisão para homossexuais

A presidente da Libéria e Nobel da Paz, Ellen Johnson Sirleaf, defende a criminalização da homossexualidade. "Gostamos de nós da maneira como somos", disse. Segundo explica o jornal Público, a Nobel da Paz de 2006 deu uma entrevista conjunta ao diário britânico The Guardian com o antigo primeiro-ministro britânico Tony Blair, que se mostrou incomodado mas não fez comentários.

 

Ellen Johnson Sirleaf defendeu nessa entrevista a legislação que criminaliza a "sodomia voluntária" com um ano de prisão na Libéria. "Temos certos valores tradicionais na nossa sociedade que gostaríamos de preservar", defendeu a presidente, citada pelo Público.

 

Tony Blair visitou a Libéria enquanto fundador da Iniciativa para a Governação em África. Perante as afirmações da presidente do país, Blair contrapôs: "Uma das vantagens de fazer o que faço agora é poder escolher os temas que abordo e aqueles que não. Para nós, as prioridades estão relacionadas com electricidade, estradas, empregos".

 

Ellen Johnson Sirleaf ganhou o Nobel pelo trabalho em defesa dos direitos das mulheres na Libéria, que a elegeu presidente em 2006 e reelegeu em 2012.

 

3 comentários

Comentar