Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

IndieLisboa: Ainda há muita coisa para ver

O sétimo e o oitavo dia do IndieLisboa’12, quarta e quinta-feira, trazem mais e bons filmes independentes.

 

2 de Maio, quarta-feira

"Armand, 15 Ans, l'Été" (2011, documentário, França, 50') de Blaise Harrison volta a ser exibido às 16h45 no Pequeno Auditório da Culturgest integrada na Competição Internacional 3.
A escola está a acabar, os miúdos gritam e correm com entusiasmo e enviam mensagens uns aos outros. Armand tem 15 anos e é diferente, mais adulto, mais reservado que a maioria. Para ele, o Verão estende-se à sua frente, ritmado pelo som dos grilos, pelas conversas dos seus amigos, pelas sestas ao sol e pelas séries de TV americanas.

 

 

A curta-metragem portuguesa “Atracados” (2012, ficção, Portugal, 10’) de Filipe Afonso tem hoje exibição única fazendo parte integrante de Novíssimos que passa às 19h15 na Sala Manoel de Oliveira do Cinema S. Jorge.
Dois rapazes, num porto, falam em partir para outra cidade. Quando um deles toma a iniciativa, o outro deixa-se ficar, recordando um sonho em que falavam e nadavam com outros rapazes. Preferem viajar na imaginação. Nunca deixaram a mãe, nunca saíram daquela cidade. Todos os movimentos serão falsos.

 

“Mulher.Mar” (2012, ficção, Portugal, 20’) de Filipe Pinto e Pedro Pinto também faz parte integrante da secção Novíssimos que passa às 19h15 na Sala Manoel de Oliveira do Cinema S. Jorge.
Maria confronta-se consigo própria num quotidiano de dúvidas. Decidiu tornar-se pescadora, a única mulher numa comunidade conservadora, para ocupar o lugar que pertenceu ao seu falecido irmão.“Mulher.Mar” é uma viagem aos lugares de incerteza e de morte. Este é um filme sobre um ser humano que se abandona a si mesmo para compensar a ausência dos que já partiram.

 



3 de Maio, quinta-feira

Na quinta-feira, 3 de Maio, “Palácios de Pena” (2011, ficção, Portugal, 55’) de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt é exibido pela terceira vez, desta feita às 18h45 na sala 2 do Cinema Londres, o filme faz parte da Competição Nacional 4.
Esta película é uma parábola sobre a forma como os mais novos lidam com uma herança cultural repleta de culpa e opressão, alusiva à história colonial portuguesa.

 

 

 


Bons filmes e bom cinema se puderem e se conseguirem.


Luís Veríssimo