Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Amnistia Internacional combate entraves ao Orgulho no Báltico

A realização das Marchas do Orgulho nos países do Báltico, isto é,  Lituânia, Letônia e Estônia, continuam a enfrentar grande contestação nestes países. Este ano a Marcha do Orgulho do Báltico realiza-se em Riga, na Letónia, a 2 de Junho, mas enfrenta de novo a oposição de autoridades locais.

A Amnistia Internacional (AI) lançou uma petição dirigida às autoridades da Letónia pedindo que assegurem a protecção adequada à Marcha, para que esta possa ser realizada em segurança e com o total respeito pela liberdade de expressão e a liberdade de reunião pacífica.
A associação LGBT letã Mozaika está a organizar uma acção online com o apoio da AI que visa imprimir a assinatura dos participantes em corações pintados com as cores do arco-íris que serão depois apresentados na Marcha, como um "Mapa do Amor".

Em 2010 a Marcha do Orgulho Báltico foi inicialmente cancelada, mas depois de pressões nacionais e internacionais o Supremo Tribunal Administrativo da Lituânia anulou essa decisão. O ano passado as mulheres da comunidade LGBT da Lituânia decidiram lançar um projecto intitulado “Empowering LBT Women” com o objectivo de promover o diálogo e dar mais visibilidade a esta população.

 

 

Já segues o dezanove no Facebook?