Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Nomi Ruiz, a transgénero que promete incendiar o próximo Arraial Pride

Nascida e criada em Brooklyn, Nomi Ruiz tornou-se famosa aos 21 anos quando ingressou o projecto Hercules and the Love Affair, participando nos temas “You Belong”, Hercules Theme" e "I'm Telling You", sendo uma das vozes mais marcantes do movimento “nu disco” que explodiu no final da década passada.

A sua voz contém também um travo bastante pessoal – Nomi é transgénero, e tornou-se também inevitavelmente um ícone para toda uma nova geração LGBT (ou “queer”, se preferirmos...).

A sua carreira iniciou-se, no entanto, em 2005, com o álbum “Lost in Lust”, sob a sua própria editora Park Side Records – um álbum já com uma forte componente electrónica preenchida com sons R&B e hip-hop dos 90s pelo meio (Nomi cita Mobb Deep e Mary J. Blige como grandes influências).

Posteriormente conseguiu fazer “tour” com Debbie Harry e CocoRosie, e hoje em dia, e depois do fenómeno Hercules, tem a sua própria banda – Jessica 6, já com o álbum “See the Light” editado em 2010. É sobre este projecto mais recente e mais pessoal que poderemos esperar um maior foco no próximo dia 30 de Junho - quando a cantora se apresentar pela primeira vez em nome próprio. Poderemos então esperar dançar, e bem, ao som de temas como “White Horse” ou “Prisioner of Love” (onde voltou a colaborar com Antony Hegarty, dos Antony and the Johnsons).

 



 

 

 

André Gonçalves

 

Foto: Nomi Ruiz fotografada por Marco Ovando

 

Já segues o dezanove no Facebook?

1 comentário

Comentar