Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Estudo: Como os filhos mudam a vida dos casais homossexuais

Quando se fala de união entre pessoas do mesmo sexo, a questão da adopção é incontornável. Um grupo de investigadores em vez de estudar o impacto de ter dois pais ou duas mães sobre a criança fez o inverso: analisou o impacto que os filhos têm na vida do casal.

Esta equipa, liderada por Colleen Hoff, entrevistou 48 casais homossexuais masculinos com filhos. De acordo com os testemunhos a paternidade pode reforçar o relacionamento.

“Quando parceiros do mesmo sexo se tornam pais, passam a prestar bastante atenção nas crianças e têm menos tempo para conversar e menos desejo sexual”, conta o professor de estudos sexuais Colleen Hoff, da Universidade Estatal de São Francisco (EUA). “Eles passam por mudanças muito parecidas com aquelas vividas por casais heterossexuais”.

O estudo mostrou que, embora a paternidade tenha diminuído a satisfação sexual, a maioria dos casais não deixou que isso prejudicasse o relacionamento no seu todo. Outra conclusão foi a de que a chegada de filhos não alterou o “acordo” feito previamente: relacionamentos abertos continuaram abertos e relacionamentos monogâmicos também não mudaram.

Segundo relatos dos indivíduos que participaram neste estudo, criar um filho aproxima o casal, aumenta o respeito que se tem pelo parceiro e diminui a intensidade da actividade sexual: “É quase como se tivéssemos que agendar”, relata um participante.

Outra conclusão do estudo é que a paternidade reduz a frequência de encontros extra conjugais o que pode levar a uma diminuição do risco de VIH.

 

César Monteiro

 

Já segues as notícias do dezanove no Facebook?