Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Britânicos apostam na neutralidade dos brinquedos

Depois de em Dezembro a Hamley, uma loja de brinquedos de Londres, acabar com os sinais “menino” e “menina”, foi a vez dos Armazéns Harrods abandonarem a organização dos brinquedos com base no sexo das crianças.

Após um investimento de vários milhões de libras, e uma remodelação conduzida por uma empresa especializada, a loja reabriu as portas do Reino dos Brinquedos. A loja tem 26 000 metros quadrados de género neutro, e não está dividida nas habituais secções menino e menina, mas sim em seis mundos diferentes: Big Top, Loja de Doces, Floresta Encantada, Sala de Leitura, Maravilhas e Odisseia.

A reorganização com base no género neutro não significa que os brinquedos de género muito específico encontrados nas lojas tradicionais não existam neste “Reino dos Brinquedos”. Esta reorganização pretende dar liberdade a todas as crianças de escolherem os brinquedos que preferem em vez de os selecionarem apenas pela localização dos corredores azuis ou cor-de-rosa. Matt Smith um dos responsáveis pelo design afirmou “a ideia é que os meninos e as meninas tenham liberdade de vaguear por onde quiserem e escolherem o que preferem sem serem estigmatizados”.

Ainda assim, a Floresta Encantada é caracterizada pelos tons cor-de-rosa e o espaço Odisseia, onde está centrada a ficção-científica, está repleta por figuras masculinas e tons castanhos e azuis. E os funcionários homens usam t-shirts azuis e as funcionárias cor-de-rosa. O diretor da loja, David Miller, já veio esclarecer que estas cores foram escolhidas apenas por serem agradáveis e acrescentou “não estamos a proibir as nossas raparigas da equipa de utilizarem as t-shirts de rapaz”.



 


Miguel Gomes

 




Já segues as notícias do dezanove no Facebook?

1 comentário

Comentar