Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Fitas da Holanda e da Flandres a partir de quinta-feira em Lisboa (com passatempo)

Começa esta quinta-feira, 6 de Setembro, e vai trazer as culturas neerlandesa e flamenga pela primeira vez em formato cinema a Lisboa. Trata-se da primeira edição do Filmfestival Cinema Bioscoop que oferecerá 14 longas e curtas metragens, mostrando a diversidade e qualidade dos filmes de língua neerlandesa. O local escolhido é o Teatro do Bairro, no Bairro Alto, em Lisboa.



 

Como nasceu a ideia do festival

Lisboa tem muito para oferecer aos freaks de cinema, frequentadores de festivais e apreciadores de cultura, mas a equipa constituída por David Bracke, Meike Lindsen e Ellen Barends achou que ainda não era o suficiente no que respeita à cultura e à língua neerlandesas. David Bracke é o fundador e presidente do CCL (Centro de Cursos Livres) e teve a ideia de organizar o festival. Os membros da equipa criativa puseram mãos à obra “com entusiasmo”, dando a possibilidade de um primeiro ou mais aprofundado encontro com a língua e cultura neerlandesa. “Será também uma ocasião para neerlandeses e flamengos que vivem em Portugal se encontrarem”, referem Meike Lindsen e Ellen Barends.

 

A escolha de filmes de temática LGBT e a aceitação do tema na Holanda e na Bélgica

A organização do festival justifica que, apesar de na Holanda, "se ver o tema LGBT de uma forma muito aberta, tolerante e natural, continua a ser um tema sobre a qual é preciso continuar a falar e debater. Tal como noutros temas que queríamos mostrar este não podia faltar". Ellen e Meike afirma que "no próximo ano pretendemos trazer mais filmes sobre esse tema para poder, inclusive, proporcionar um debate com diferentes intervenientes a propósito dos filmes". “A aceitação das pessoas LGBT é, como muitas pessoas sabem, boa, mas podia sempre melhorar. Nem em todas a comunidades, nomeadamente a muçulmana, mas não só, continua a ser difícil e mal aceite. Há, no entanto, muito 'espaço' para as pessoas poderem viver como se sentirem melhor e de acordo com a sua orientação sexual, porque há o acesso ao casamento, à paternidade e a manifestação do Gay Pride”, refere a equipa criativa do festival.

 

Programa

O dezanove.pt destaca os filmes “Acidente em Moscovo” e “Simon” e que passam no Domingo, 9 de Setembro, às 11h00 e às 13h30, respectivamente.



 

“Acidente em Moscovo” de Christophe Van Rompaey (2008)

Moscovo é um bairro de Gent onde se dá um acidente que desperta uma paixão inesperada entre uma mulher casada e pelo jovem envolvido no acidente. Uma das filhas da protagonista é lésbica.

 

“Simon” de Eddy Terstall (2004)

O ponto de partida também é um acidente. Camiel é um dentista gay e Simon o proprietário de um café. A partir do momento em que têm um acidente as suas vidas cruzam-se de forma afectuosa mesmo depois de um interregno de vários anos. Uma comédia dramática que mostra que apesar das dificuldades, o amor, a força e o humor fazem a vida valer a pena.

 

 

Passatempo

O dezanove.pt é media partner oficial do festival e tem três convites duplos para o filme “Simon“ para sortear entre os seus leitores.

 

Como ganhar?

1. Ser subscritor da newsletter do dezanove.pt e enviar uma frase original sobre a Holanda e a Bélgica.

2. Reenvia-nos uma newsletter do dezanove para dezanovept@gmail.com e no assunto escreve: "Simon"

3. Indica-nos o teu nome.

4. Concorre até às 20h30 de Sábado, 8 de Setembro e fica atent@ ao teu e-mail.

5. Os vencedores serão informados por e-mail no Sábado à noite. Verifica o teu e-mail e concorre apenas se tiveres a certeza que podes ir para não tirares a vez a ninguém.

6. Os bilhetes deverão ser levantados até 30 minutos antes da sessão no Teatro do Bairro (Lisboa), sob pena de perderes o teu lugar.

7. Não são permitidas trocas.

 

Já segues o dezanove no Facebook?