Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Jornal pede desculpa depois de publicar anúncio homofóbico

O jornal brasileiro "Folha de Pernambuco" publicou esta segunda-feira um anúncio de rodapé, da responsabilidade do Instituto Pró-Vida, que referia que o Estado de Pernambuco não quer conviver com prostituição, exploração sexual de jovens e menores, pedofilia e o "homossexualismo".

 

Logo no dia seguinte, o jornal pediu desculpa aos leitores. "Garantimos que tal episódio não se repetirá", referiram os responsáveis numa nota dirigida aos leitores, sublinhando que o "seu conteúdo de forma alguma reflecte a opinião do jornal, cuja prática sempre foi a de divulgar e promover todas as acções que esclarecem e propagam a tolerância e o respeito aos direitos humanos". A direcção do jornal recordou ainda que "ao longo dos seus 14 anos, a Folha construiu um histórico de respeito aos seus leitores, focado na promoção aos direitos humanos, inclusive da comunidade LGBT, com a qual o jornal mantém diálogo constante. Reconhecemos como dever assegurar o respeito ao próximo e não tolerar qualquer tipo discriminação, seja ela racial, religiosa ou sexual".

A ONG Leões do Norte apresentou entretanto uma queixa no Ministério Público contra o Instituto Pró-Vida por equipar a homossexualidade à exploração sexual e à pedofilia.

 

2 comentários

Comentar