Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Caso do sangue: CIG pede ao IPST para mudar questionários

O caso dos limites à doação de sangue de homens homossexuais em Portugal conheceu um novo episódio. A Comissão para a Igualdade de Género (CIG) recomendou ao Instituto Português do Sangue e Transplantação (IPST) que reformule o questionário usado nas entrevistas nomeadamente a pergunta sobre a prática de relações sexuais entre homens.

Como o dezanove.pt avançou em Junho, um exemplo desta discriminação ocorreu com um estudante de Medicina de 23 anos que viu a sua dádiva recusada com o argumento de que "a homossexualidade é um critério que exclui a possibilidade de dádiva de sangue". O caso passou-se no Instituto Português do Sangue e da Transplantação, em Lisboa, e foi então denunciado pelo Bloco de Esquerda que pediu a intervenção do Ministério da Saúde e da CIG. O homem em causa questionou quanto tempo teria que estar em abstinência sexual até poder dar sangue tendo-lhe sido respondido que "nunca mais poderia dar sangue porque é homossexual". Recorde-se que em 2010 a Assembleia da República aprovou uma recomendação ao governo para a  "a adopção de medidas que visem combater a actual discriminação dos homossexuais e bissexuais nos serviços de recolha de sangue".