Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Colunista diz que os direitos civis são para os “negros e não para os homossexuais”

Ann Coulter voltou a causar polémica. Em entrevista, a autora republicana declarou que "vários grupos, incluindo grupos de defesa dos direitos LGBT, dos imigrantes e feministas apossaram-se do movimento dos direitos civis das pessoas negras".

 

A colunista norte-americana acredita que os "direitos civis são para os negros" uma vez que os Estados Unidos têm "um legado de escravatura e leis de segregação", reforçando que "não devemos nada aos sem-abrigo. Não devemos nada às feministas. Não devemos nada às mulheres que querem fazer abortos ou aos homossexuais que querem casar uns com os outros. E para muitos da esquerda direitos civis é isso. A maioria das pessoas de esquerda rapidamente abandonaram a defesa dos direitos dos negros para defender os direitos de outros grupos".

Quando confrontada com a pergunta se os direitos dos imigrantes não são direitos civis, a polémica colunista reiterou a sua posição: "Os direitos civis são para os negros. O que é que nós fizemos aos imigrantes? Eles nem sequer são de cá. Contudo, devemos aos negros por causa da nossa história de escravatura."

Aquando da sua participação no reality show de temática LGBT, "The A List", Ann declarou: "Os homossexuais têm de ser pró-vida. Assim que se encontrar o gene gay adivinhem quem é que os liberais vão querer abortar?" Anteriormente, a colunista escreveu que a comparação entre homossexualidade e bestialidade é válida e afirmou que os gays sexualmente activos deviam "sentir-se culpados".

Ann Coulter, reconhecida pelas suas ideias anti-Partido Democrata, publicou oito livros que já venderam mais de três milhões de cópias.