Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Sim, James Dean era gay (com vídeo)

"Tudo neste filme foi retirado de fontes primárias e secundárias. Até o sexo que aparece no filme foi baseado em testemunhos que recolhemos junto de várias pessoas."

 

O realizador Matthew Mishory esteve em Lisboa, a propósito do festival Queer Lisboa, e mais uma vez teve de responder às dúvidas dos espectadores sobre a veracidade do argumento do filme "Joshua Tree, 1951: A Portrait of James Dean". O filme mostra James Dean no início da década de 1950, quando ainda dava os primeiros passos como actor em Los Angeles. O argumento aborda a sexualidade e as primeiras relações homossexuais do actor.

A especulação sobre a orientação sexual do actor James Dean não é de agora. James Dean faleceu aos 24 anos, em 1955, num acidente de carro. Faltava um mês para a estreia do filme "Rebel Without a Cause" ("Fúria de Viver"). O primeiro biógrafo e amigo próximo do actor, William Bast, chegou a dizer que ambos mantiveram uma relação próxima. O argumentista Gavin Lambert e o realizador Nicholas Ray, que o dirigiu em "Fúria de Viver" também indicaram que seria essa a orientação sexual do ícone americano.

"Joshua Tree, 1951: A Portrait of James Dean" estreou este ano nos Estados Unidos e foi exibido em Portugal no passado domingo. Como descreveram os responsáveis pelo Queer Lisboa, "a primeira longa-metragem de Mishory redefine James Dean para toda uma nova geração".