Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Defesa da namorada acaba no tribunal



Helen Cound, polícia britânica, apresentou-se hoje a tribunal depois de ter reagido violentamente quando a sua parceira foi insultada devido à sua orientação sexual durante a festa de Natal.

De acordo com o Daily Mail, Helen Cound ouviu comentários ofensivos por parte de Melissa Wells à sua parceira e admoestou-a verbalmente enquanto a ameaçava com uma garrafa de vinho vazia. Helen Cound tentou atacar Melissa Wells, mas foi impedida por dois colegas, não sem antes ter mordido um deles no braço e pontapear o outro.

O advogado de defesa, Simon Hunker declarou que a agente Cound reconheceu que se sentia envergonhada da sua atitude e que iria procurar ajuda para evitar este tipo de comportamento no futuro e acrescentou “Normalmente Helen Cound é a epítome da calma e agente conciliadora entre as pessoas, mas neste dia todos tinham bebido um pouco.”

Helen Cound foi acusada de criar desordem e assalto de primeiro grau, mas as acusações foram reduzidas para uso de palavras e comportamento ameaçador. A agente foi libertada sob caução de 250 libras (cerca de 300 euros) para cobrir os custos da acusação e ainda 100 libras como compensação para o agente que ela mordeu. Uma porta-voz da Polícia de West Mercia declarou que Helen Cound continua suspensa e terá de enfrentar um processo disciplinar.