Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

O dia dos primeiros casamentos em Portugal

Teresa Pires e Helena Paixão casaram-se hoje em Lisboa, às 9h45, na mesma conservatória onde em Fevereiro de 2006 tentaram oficializar a sua união. Este é o primeiro casamento homossexual conhecido em Portugal, após a aprovação da nova lei. Recorde-se que a sua tentativa de casar, há quatro anos, deu início a um processo que depois decorreu nos tribunais sobre a discriminação de que os casais homossexuais eram alvo no acesso ao casamento. “À relação não traz nada de novo, mas no papel é muito diferente. Somos família e isso é o fundamental”, declararam aos jornalistas, sublinhando que se tratava da “concretização de um sonho”. Teresa e Helena vivem juntas há oito anos com as duas filhas de uniões anteriores heterossexuais. Às 15h, na 4ª Conservatória do Registo Civil do Porto, foi a vez de dois homens, longe dos holofotes mediáticos, darem o nó, avançou o Correio da Manhã.

 

Destaque internacional

A notícia do casamento de Teresa e Helena esteve, desde o fim da manhã, em destaque em vários países. A agência Associated Press difundiu a informação, sublinhando que o casal quer continuar a lutar pelos direitos da comunidade homossexual, incluindo a adopção. Na Venezuela, o Universal relembra que “Cavaco Silva, católico praticante, ratificou a lei a contragosto poucos dias depois da visita a Portugal do Papa Bento XVI”. “É uma vitória, um sonho tornado realidade”, pode ler-se no italiano La Repubblica, que reproduz as palavras de Teresa Pires.

 

Oitavo país do mundo

A ILGA Portugal relembrou hoje em comunicado que o “fim da exclusão dos casais de pessoas do mesmo sexo no acesso ao casamento é um importante marco na luta contra a discriminação, acabando com a legitimação do preconceito pela lei num campo tãorelevante como o da conjugalidade e garantindo finalmente o igual reconhecimento e dignidade de todas as relações”. No dia em que se realizou o primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo em Portugal a associação declara: “Orgulhamo-nos assim por vermos Portugal como o sexto país da Europa e o oitavo do mundo a garantir a igualdade no acesso ao casamento, entrando num novo estádio da luta contra a discriminação das pessoas LGBT – uma luta que vai continuar a exigir a mobilização de todas as pessoas e instituições em Portugal e por todo o mundo”.

 

 

Fotos: dezanove

 

 

            

 

vídeo: www.rtp.pt

 

Já segues o dezanove no Facebook?

11 comentários

Comentar

Pág. 1/2