Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Primeiro casal homossexual a casar em Tomar no “A Tarde é Sua” da TVI (com vídeo)

Num programa dedicado a vários tipos de preconceitos dois dos convidados de Fátima Lopes no programa “A Tarde é Sua” (TVI) foram José Carlos Henriques e Fernando Silva. Foi este o primeiro casal do mesmo sexo que decidiu contrair casamento em Tomar. O casal conheceu-se e está junto desde 2004.

 

Ao longo do programa os dois homens falam das circunstâncias em que travaram conhecimento e como foi o processo de ultrapassar os preconceitos no trabalho e no seio da família. José Carlos pertencia à GNR, mas após denúncias por parte de uma pessoa com quem manteve no passado um relacionamento homossexual, foi obrigado pela sua hierarquia a reformar-me aos 33 anos de idade ou, em alternativa, a deslocalizar-se mais de 200 quilómetros. José relata que foi internado em Ortopedia sem ter qualquer problema desse ramo da Medicina, mas teve de sujeitar-se a consultas de Psiquiatria. Segundo o ex-guarda republicano, o relatório apontou "síndrome depressivo grave".

Por sua vez, Fernando conta que, também devido a telefonemas anónimos que o denunciaram o seu relacionamento com José, foi obrigado pela esposa a pedir o divórcio e que encontra actualmente mais afastado dos filhos.

Depois de trocarem alianças, José e Fernando vivem agora felizes e tranquilos depois das contrariedades que tiveram de enfrentar para viver o seu amor. José explica ainda a importância da protecção legal conferida pelo casamento: "Sei que se eu for [falecer] primeiro, ele tem a vida mais segura, porque tem direito àquilo que é meu e a outros direitos que não teria se não fossemos casados."

Na página do Facebook do programa apresentado por Fátima Lopes perguntava-se: "Todos dizemos com frequência que a nossa liberdade termina onde começa a dos outros e que o importante é ser feliz, mas… em pleno século XXI, será que estamos assim tão livres de preconceitos?"

 

Créditos do vídeo: Traveca  Likes 2

10 comentários

Comentar