Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

2012: 8 protestos e lutas pelos direitos LGBT que marcaram o ano

Marchas em Coimbra, Porto, Lisboa e Ponta Delgada e manifestações à porta do Coliseu de Lisboa e do Instituto Português do Sangue e da Transplantação. Recorda agora alguns dos momentos mais importantes do activismo LGBT ao longo de 2012.

 

 

1. Activistas protestam frente ao Coliseu dos Recreios contra concerto de Sizzla

Três dezenas de pessoas reuniram-se em frente do Coliseu dos Recreios, em Lisboa. O motivo do protesto foi o mesmo que 24 horas antes tinha juntado o mesmo grupo de pessoas que se insurgia contra a actuação do rapper Sizzla Kalonji esta noite em Lisboa. O pouco tempo para a acção e as ameaças de chuva não desmobilizaram aqueles que se consideram indignados pela presença do cantor na sala de espectáculos lisboeta.

 

2. "Homossexuais contestatários" de José António Saraiva origina uma queixa na ERC

A crónica "Homossexuais contestatários", de José António Saraiva, originou uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), avançou a instituição ao dezanove. O texto de opinião do director do Sol gerou alguma polémica por atribuir a homossexualidade à "revolta" e à "propaganda".

 

3. Meio milhar na Marcha de Coimbra

Houve samba e gaitas de foles, enquanto meio milhar de pessoas participaram na terceira Marcha de Luta Contra a Bifobia, Homofobia, Intersexofobia, Lesbofobia, Polifobia e Transfobia, que percorreu em Maio as ruas de Coimbra.

 

4. As reivindicações de quem marchou com orgulho em Lisboa

A 13ª edição da Marcha do Orgulho LGBT percorreu várias ruas da capital. Em todas se reivindicaram direitos e o fim à discriminação. Em todas se levantou a bandeira do arco-íris e foi possível ver que a diversidade existe e pode coabitar sem preconceitos.

 

5. E o centro do Porto ficou cheio de cor

"Estamos uma vez mais na rua por todos nós, mas acima de tudo por todas e todos aqueles que ainda hoje, no século XXI, não podem estar aqui connosco." Foi desta forma que terminou o Manifesto da Marcha do Orgulho LGBT que em Julho saiu às ruas do Porto.

 

6. Açores: Primeira Marcha do Orgulho LGBT junta milhares nas ruas

A concentração estava marcada para as 17 horas nas Portas da Cidade, em Ponta Delgada. Pouco depois da hora agendada, começaram a chegar grupos de pessoas que rapidamente deram cor à praça cinzenta do basalto enquanto muitas pessoas paravam nos passeios e cedo a praça ficou rodeada de "curiosos". A marcha juntou cerca de 200 manifestantes e aproximadamente 2000 pessoas nos passeios, segundo números da polícia local.

 

7. "Beijaço" reuniu dezenas de pessoas no Metro de Lisboa contra a discriminação

Várias pessoas juntaram-se esta sexta-feira ao fim da tarde na estação de metro da Baixa-Chiado, em Lisboa, para trocarem beijos contra o repúdio pela recusa da publicidade da rede social gay Manhunt nos espaços publicitários daquela rede de transportes.

 

8. Sangue: Acção de protesto confirma impedimento a dadores homossexuais

A acção de protesto junto do Instituto Português do Sangue e da Transplantação, em Lisboa, confirmou pelo menos mais um caso de negação de doação de sangue a um homossexual. Depois de uma convocatória nas redes sociais, um grupo de activistas reuniu-se numa tarde de Sábado de Novembro junto do IPST para tentarem doar sangue.