Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Este jogador diz que é hora de quebrar o tabu gay no futebol

Matt Jarvis, a estrela do clube inglês West Ham United, deu uma entrevista à revista LGBT Attitude onde apelou à comunidade futebolistica que quebrasse o tabu da homosexuladidade e aceitasse os jogadores homosexuais.

 

O médio, que é casado, foi o terceiro futebolista a aparecer na capa da revista, após David Beckham e Freddie Ljungberg. Na entrevista, que sairá na edição de Fevereiro, o jogador diz estar convencido de que não haveria qualquer problema se um futebolista decidisse "sair do armário". "Não será nenhum choque", afirmou. "Tenho a certeza que há muitos jogadores que são gays, mas assumir-se, isso já é outra história". O último jogador profissional a assumir-se publicamente foi Justin Fashanu em 1990. Justin sofreu vários tipos de assédio e acabou por suicidar-se em 1998.

Matt está confiante de que os jogadores estariam mais à vontade e melhorariam a sua prestação se se assumissem. "Haveria apoio dentro do mundo do futebol, seja jogadores, adeptos ou da PFA (Professional Footballers' Association). Com certeza, que haverá pessoas que lhes darão o apoio e ajuda necessária a dar esse passo."

Matthew Todd, editor da revista Attitude, afirma que está na altura de começar a combater a homofobia tal como se fez com o racismo. "E ridículo não haver nenhum jogador profissional de futebol que seja gay", disse, citado pelo The Guardian. "Há um foco justo em combater o racismo, mas não se vê o mesmo empenho no combate à homofobia. Todos sabemos que há jogadores gay, tal como adeptos, portanto espero que este seja um pequeno passo na direcção certa."

 

Lúcia Vieira


Já segues o dezanove no Facebook?