Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Pastor brasileiro garante que homossexualidade é apenas um comportamento mas um geneticista dá uma lição (com vídeos)

O programa "De Frente com Gabi" (SBT), conduzido por Marília Gabriela, teve convidado o líder da igreja Assembléia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia. O pastor falou na entrevista exibida este Domingo sobre vários temas, incluindo a homossexualidade, nomeadamente as causas que poderiam, na sua opinião, estar na origem da orientação sexual.

 

"Ninguém nasce gay, homossexualismo é um comportamento. Quem pode dizer que alguém nasce gay ou não? Não é a psicologia, é a genética. A única ciência que pode dizer isso é a biologia. Não existe ordem cromossómica homossexual, existe ordem cromossómica de macho e fêmea", defendeu Silas Malafaia. "Falando das pesquisas, 46% dos homossexuais foram violentados quando crianças ou adolescentes e 54% escolheram ser gays, ou seja, homossexualismo é comportamento", acrescentou. Sem surpresas, o pastor também se mostrou contra a adopção por casais de pessoas do mesmo sexo: "Não acredito que dois homens possam criar uma criança perfeita. Porque eu acredito que Deus fez homem e mulher e esses seres se completam. Não adianta vir com fotografia de jornal com dois caras e uma criança feliz, essa história não me convence. Não acredito que duas mulheres ou dois homens tenham a capacidade de desenvolver um ser humano".

Rapidamente a entrevista gerou polémica nas redes sociais no Brasil. A melhor resposta veio do Reino Unido. O biólogo brasileiro Eli Vieira, mestre em genética e doutorando na Universidade de Cambridge desconstrói num vídeo de 15 minutos todos os argumentos de Silas Malafaia. A lição de genética já vai, um dia após ter sido colocada online, em 125 mil visualizações no YouTube.

 

3 comentários

Comentar