Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Robbie Rogers, um futebolista que sai do armário, mas também sai do futebol

O internacional americano Robbie Rogers, de 25 anos, assumiu esta sexta-feira com uma mensagem publicada na sua página da internet que é homossexual e que vai deixar o futebol profissional.

"Durante toda a minha vida senti-me diferente, diferente dos meus pares e até da minha família. Na sociedade de hoje ser diferente torna-nos corajosos. Para ultrapassarmos os nossos medos temos de ser fortes e acreditar nos nossos objectivos. Durante 25 anos receei mostrar como realmente sou por causa do medo. Medo que os julgamentos e a rejeição me afastassem dos meus sonhos e ambições. Medo que aqueles que amo se afastassem se soubessem deste segredo. Medo que o meu segredo prejudicasse os meus sonhos. O sonho de ir ao Mundial, aos Jogos Olímpicos ou de fazer a minha família orgulhosa de mim. Mas o que seria da vida sem estes sonhos? Poderia eu viver sem eles? A vida só é completa quando as pessoas que amamos nos conhecem, quando sabem os nossos verdadeiros sentimentos, quando nos conhecem e a quem amamos. A vida é simples quando o segredo desaparece. Foi-se a dor no estômago, a dor que evitava questões, de esconder um segredo tão bem guardado. Os segredos podem causar muitos danos. Tentem explicar às pessoas, ao fim de 25 anos, que são homossexuais"

Sempre consegui esconder o meu segredo. O futebol era o meu refúgio, o meu objectivo, a minha identidade. O futebol trouxe-me alegria, mais do que alguma vez imaginei... E estarei sempre grato pela minha carreira e nunca esquecerei os meus colegas e os amigos que me apoiaram depois de eu me assumir.
Agora é tempo de me afastar. É tempo de me redescobrir longe do futebol. Estou muito feliz com a minha decisão. a vida é feita de coisas maravilhosas. E apercebi-me que só posso desfrutar da minha vida se for honesto. A honestidade é uma "cabra", mas torna a vida tão mais simples e clara. O meu segredo desapareceu, sou um homem livre e posso viver a minha vida como quem me criou pretendia."

 

Há um mês o jogador tinha deixado o Stevenage, da terceira divisão da Liga Inglesa, depois de ter sido emprestado pelo Leeds a esta equipa. Na altura anunciou que iria colaborar com uma revista de moda, dado que também tem uma marca de roupa masculina com o seu nome.

 

Recentemente dois futebolistas assumiram ser homossexuais. Em Março de 2011 o sueco Anton Hysén afirmou: “Sou jogador de futebol. E gay. Se estou em campo então não importa se gosto de mulheres ou de homens.” Em Novembro do mesmo ano foi a vez do canadiano David Testo assumir a sua homossexualidade: “Arrependo-me de não me ter assumido publicamente mais cedo”, disse então o desportista.

 

Já segues o dezanove no Facebook?

 

3 comentários

Comentar