Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Presidente do Equador pede desculpas por comentário homofóbico (com vídeo)

Após ter ganho as eleições presidenciais do Equador, Rafael Correa voltou a pedir desculpas por ter proferido um comentário homofóbico.

 

O episódio remonta a Julho de 2012 quando num programa de rádio em que participa todas as semanas, foi confrontado com o comentário online de um leitor do jornal El Comercio, que descrevia o presidente do Equador como "maricas". Rafael Correa respondeu então: "Ele que venha para ver quem é o verdadeiro maricas". Várias organizações de direitos LGBT criticaram o presidente que, no programa seguinte, pediu desculpas: "Acho que perdi a cabeça, passei os limites. Eu disse:'Esse senhor que venha pessoalmente dizer-me que sou maricas'. Basicamente era no sentido de ver quem era o cobarde. No entanto, isso incomodou, e com razão, a comunidade LGBT do país. Puseram a circular nas redes sociais uma carta de protesto, que não chegou à Presidência, que me magoou muito".
Agora, no discurso de vitória, a 17 de Fevereiro, voltou a pedir desculpas, segundo justificou, para deixar claro à comunidade LGBT que não se tinha tratado de uma manobra eleitoralista. Rafael Correa foi reeleito com 58,8 por cento dos votos.

 

 

 

2 comentários

Comentar