Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Estudo quer saber como é ser "minoria na minoria"

Vai durar aproximadamente três anos e pretende ser uma investigação exaustiva e contribuir para o conhecimento aprofundado das pessoas LGBT adultas em Portugal com deficiência congénita e/ou adquirida, física e/ou sensorial e sem alterações cognitivas.

O estudo incide sobre adultos que serão convidados a descrever detalhadamente numa entrevista semi-estruturada as suas experiências pessoais como LGBT com deficiência, quais as suas necessidades e expectativas, bem como sugerir exemplos de boas práticas.

A investigação está a ser levada a cabo por Ana Garrett, do Centro de Investigação e Intervenção Social da Instituto Universitário de Lisboa (CIS-IUL) .De resto, esta mais não é uma resposta que procura atender às recomendações da Organização Mundial de Saúde relativamente às pessoas LGBT com deficiência física e/ou sensorial e a diversas linhas de orientação mundiais referenciando assim as boas práticas de intervenção junto desta população específica. O estudo pretende caracterizar sócio-demograficamente estes cidadãos, assim como, avaliar as suas necessidades em vários âmbitos.

Paralelamente será organizado um manual de boas práticas com orientações para as equipas multidisciplinares que costumam intervir junto deste público e que servirá de base à consolidação de uma formação específica capaz de contribuir para a capacitação eficaz de intervenção junto de equipas que lidam com esta população.

Os interessados em contribuir para este estudo poderão divulgar a iniciativa e/ou contactar a investigadora através do site criado para o efeito.

 

Já segues o dezanove no Facebook?