Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Reino Unido: Lordes aprovaram casamento igualitário

Depois de dois dias de debate com direito a manifestações no exterior, a Câmara dos Lordes do Reino Unido aprovou o projecto de lei que legaliza o casamento entre pessoas de mesmo sexo e rejeitou uma emenda que tentava bloquear a aprovação. Os debates na câmara alta britânica iniciaram-se na segunda-feira e terminaram com a votação no dia seguinte.

A câmara alta composta por 737 lordes temporários (nomeados pela rainha com a assessoria do governo) e 26 lordes espirituais (membros destacados pela Igreja de Inglaterra). No primeiro dia, os defensores da igualdade no acesso ao casamento reuniram-se à porta da Câmara dos Lordes e realizaram à noite uma vigília em favor do casamento homossexual. Enquanto isso, no interior, falaram 63 lordes. No segundo dia as manifestações também marcaram presença. Estiveram presentes cerca de 150 manifestantes anti-casamento gay e mais de 100 activistas a favor do igualitário. A liderar o movimento contra o casamento estava o ex-líder da Aliança dos Povos Cristãos, Alan Craig. Entre os pró-casamento estavam trabalhistas, democratas liberais e representantes do Out4Marriage, do Stonewall e da Fundação Peter Tatchell. O activista dos direitos humanos Peter Tatchell, o actor Russell Tovey, o deputado conservador Mike Freer, a ministra para a Igualdade Yvette Coopere e a deputada  democrata liberal Liz Barker também participaram na manifestação.
A Câmara dos Lordes acabou por aprovar o projecto de lei do casamento igualitário para Inglaterra e o País de Gales. A votação contou com 390 votos a favor e 148 contra. Peter Tatchell considerou que era “uma vitória para o amor”. “É sinal de que a Câmara dos Lordes aceita o princípio de que todos devem ser iguais perante a lei”, reforçou.  O projecto tinha antes passado pela Câmara de Comuns a 21 de Maio. O governo de David Cameron acredita que o primeiro casamento homossexual possa acontecer em Inglaterra e no País de Gales em 2014.
  Projeto Mais Igualdade