Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Uma fotografia em solidariedade com os homossexuais russos

A actriz britânica Tilda Swinton, através do seu manager Christian Hodell, pediu a todos os que vissem esta fotografia para partilhá-la nas redes sociais. Tilda desenrolou uma bandeira colorida na Praça Vermelha como símbolo de amor e de solidariedade para com os homossexuais russos na sua luta.

A actriz de 52 anos aterrou em Moscovo para participar na inauguração de um restaurante. A imprensa russa escreveu que Swinson esteve a passar tempo com os representantes do “beau monde” e contou que a actriz tem uma ligação especial com a Rússia, uma vez que a sua bisavó cresceu em S. Petersburgo. A imprensa mais cor-de-rosa escrevia que a estrela não esteve acompanhada por seguranças, apenas com o seu manager e tradutor. No entanto, praticamente todos se esqueceram de mencionar que Swinson está extremamente preocupada com a situação homofóbica actual no país.

Recorde-se que o presidente Vladimir Putin assinou a lei sobre “propaganda das relações não tradicionais”. De acordo com esta lei, Tilda Swinton, como cidadã estrangeira e pela “propaganda homossexual” feita na Praça Vermelha, deveria estar sujeita a uma multa ou presa até 15 dias e posteriormente deportada.

Recentemente a actriz participou no videoclip do lendário David Bowie “The Stars (Are Out Tonight)”. Bowie foi considerado no início dos anos 70 o pai-fundador do estilo glam-rock, criando uma imagem de um extraterrestre sem sexo Ziggy Stardust. O cantor convidou para a rodagem do videoclip andrógenos famosos, a Tilda Swinton que fez o papel de sua esposa e também os modelos Andrej Pejic e Saskia de Brauw que “eliminam” as fronteiras do género.

 

Alexandre Iourtchenko