Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

A incrível vida de Liberace deu um filme (com vídeo)

 

O tão aguardado “Behind The Candelabra” (“Por Detrás do Candelabro”, 2013), de Steven Soderbergh chegou esta quinta-feira, 19 de Setembro, aos cinemas portugueses.

Nascido a 16 de Maio de 1919, Wladziu Valentino Liberace (Michael Douglas) foi um pianista prodigioso que se tornou um ícone da América dos anos 1960/70, com os seus espectáculos extravagantes e inusitados, onde misturava o virtuosismo do piano clássico com as músicas populares da época. Neste filme, é contada a tempestuosa relação com o jovem Scott Thorson (Matt Damon), seu secretário e amante desde 1977, cuja relação terminou num escândalo público, depois de seis anos de intensa cumplicidade. Em 1987, pouco antes de morrer, Liberace faz um último telefonema ao ex-amante, com quem, finalmente, encontra forma de se reconciliar. Com argumento de Richard LaGravenese e realização de Steven Soderbergh, um drama biográfico que se inspira no livro de memórias do próprio Scott Thorson, "Behind the Candelabra: My Life with Liberace", onde é descrita a sua vida com o músico.

Este “Por Detrás do Candelabro” cheira a Oscars, sempre cheirou, desde que se começou a falar do filme e Soderbergh escolheu Michael Douglas para o papel de Liberace e Matt Damon para o de amante. Por isso é estranho ver que o filme, já depois de pronto, não encontrou distribuidora para as salas de cinema nos EUA. Era demasiado gay. O canal por cabo HBO resgatou o suposto último trabalho de Steven e lançou-o para competir pela Palma de Ouro em Cannes em Maio, onde teve a sua estreia, dias depois passou-o na televisão. O filme está nomeado para quatro Emmys: Melhor Telefilme ou Minissérie, Melhor Actor (dupla nomeação para o par protagonista) e Melhor Actor Secundário (para Scott Bakula). Dois destes prémios parecem já garantidos, Melhor Telefilme e Michael Douglas como Melhor Actor. A cerimónia de entrega dos Emmy é já no próximo dia 22 de Setembro e terá como apresentador Neil Patrick Harris.

 

Luís Veríssimo