Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Os filmes premiados pelo Queer Lisboa (com vídeos)

Depois de exibidos 93 filmes de 26 países e de ter ultrapassado a barreira dos oito mil espectadores, o Queer Lisboa chegou ao fim este Sábado. Fica a par dos vencedores.

O Prémio para a Melhor Longa-Metragem desta edição do Queer Lisboa foi atribuído à longa-metragem "A Fold in My Blanket" (Geórgia, 2013), de Zaza Rusadze. Segundo o júri, o filme constrói "uma coreografia sobre a memória, sobre a intimidade relacionada com a história política de um país." O júri decidiu ainda atribuir uma Menção Honrosa a "Joven y Alocada" (Chile, 2011), realizado por Marialy Rivas, por criar "um apurado retrato de uma adolescente contemporânea, e através dela, de toda uma geração".
O Prémio para o Melhor Actor foi para Edward Hogg, pela sua interpretação em "The Comedian" (Reino Unido, 2012), de Tom Shkolnik, enquanto o de Melhor Actriz foi atribuido a Alicia Rodríguez, intérprete no filme "Joven y Alocada" (Chile, 2011), de Marialy Rivas. Para o Prémio do Público da Competição para a Melhor Longa-Metragem, o público do Queer Lisboa 17 premiou "Facing Mirrors" (Irão, 2011), de Negar Azarbayjani.
O júri da competição para o Melhor Documentário decidiu atribuir o Prémio de Melhor Documentário ao filme "Quebranto" (México, 2012), de Roberto Fiesco. Para o Prémio do Público da Competição para o Melhor Documentário, os espectadores optaram por "Born Naked" (Espanha, 2013), de Andrea Esteban.
O júri da competição para a Melhor Curta-Metragem decidiu atribuir o Prémio de Melhor Curta-Metragem ao filme "Benjamin's Flowers" (Suécia, 2012), realizado por Malix Erixon. O Prémio Pixel Bunker de Melhor Curta-Metragem Nacional foi para o filme "Pedro" (Portugal, 2013), realizado por Dário Pacheco e José Gonçalves. Para o Prémio do Público da Competição para a Melhor Curta-Metragem, o público seleccionou "MeTube: Augusts Sings Carmen 'Habanera'" (Áustria, 2013), de Daniel Moshel.
O júri da competição In My Shorts decidiu atribuir o Prémio de Melhor Filme de Escola à curta-metragem "Depois dos Nossos Ídolos", (Portugal, 2013), realizado por Ricardo Penedo. "Atomes" (Bélgica, 2012), realizado por Arnaud Dufeys, recebeu uma menção honrosa.