Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

Sete filmes para ver no DocLisboa (com vídeos)

O principal festival de cinema documental do país arrancou esta quinta-feira. O dezanove.pt esteve a olhar para o programa e apresenta os sete filmes de temática LGBT que merecem ser vistos.

 

"Olho Nu"

Filme ensaio de Joel Pizzini que retrata a vida e a obra de Ney Matogrosso a partir de um conjunto de imagens e sons reunidos pelo artista, em contraponto com sequências actuais. Sem nostalgia ou reverência, Olho Nu revela o homem por trás do personagem, sondando as motivações da sua arte, o sentido crítico, o carácter libertário e político que permeia o seu repertório. 25 Out/21h30 (São Jorge ); 3 Nov/19h30 (São Jorge)



"Tonite let's all make Love in Moscow"

Por todo o mundo, modos de agir que travam a liberdade individual e a identidade são encorajados social e, quantas vezes, politicamente. A mutilação genital feminina ainda é tradição em demasiadas comunidades. Na Rússia, é instaurada a lei contra a propaganda gay. Em França, quando o casamento é permitido a casais do mesmo sexo, motins assolam as ruas em defesa de uma sociedade que já não existe. Esta sessão engloba quatro filmes: "Bref", de Christina Pitouli, "Gay Pride Parade in St. Petersburg", "Manifestation à Paris contre le Mariage Homosexuel" e "Bruno & Earlene go to Vegas - Anti Gay Marriage Protest in Paris", de Miles Szanto. 1 Nov/21h30 (São Jorge)



"E Agora? Lembra-me"

Joaquim Pinto convive com o VIH e o VHC há quase 20 anos. E Agora? é o caderno de apontamentos de um ano de ensaios clínicos com drogas tóxicas e ainda não aprovadas para o VHC. Uma reflexão aberta e eclética sobre o tempo e a memória, as epidemias e a globalização, a sobrevivência para além do expectável, a dissensão e o amor absoluto. O filme de Joaquim Pinto foi a sensação no último Queer Lisboa. O realizador irá estar presente nas sessões de 29 de Outubro e 1 de Novembro. 29 Out/21h30 (Culturgest) e 1 Nov/18h15 (City Alvalade)



"O Corpo de Afonso"

Como seria o corpo do primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, alvo de mitificações sucessivas no decurso da nossa história? O filme de João Pedro Rodrigues foi criado para Guimarães 2012 e também já passou no Queer Lisboa. O realizador irá estar presente na sessão de 27 de Outubro, às 21h45, na Culturgest.

 

1 comentário

Comentar