Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Pornografia renascentista explícita no Príncipe Real

“All you can eat” é o nome de instalação de pintura de Carlos Barahona Possollo que será inaugurada a 26 de Novembro no nº 33 da Praça do Príncipe Real. A exposição remete para a desmesura e para o excesso e versa sobre os sete sabores cuja apreciação tradicionalmente se atribui à língua: ácido, amargo, doce, picante, salgado, metálico e umami.

A língua como órgão sexual é também alvo de análise. “A boca é um território intrinsecamente ligado ao sexo, local de luta e interacção, onde se recebe e se dá prazer. A palavra Satisfação resume o papel fundamental da boca, satisfação do apetite, seja ele da Fome ou da Libido. Sendo um órgão tão complexo e rico, é notável que o tragamos tão exposto, e que o abramos ao mundo a todo o momento, para beijar, falar, comer ou suspirar. É um órgão de total promiscuidade, que serve para tudo; que ao mesmo tempo nos deixa comunicar ou devorar, beijar ou morder" pode ler-se num comunicado a que o dezanove.pt teve acesso.

Carlos Barahona Possollo nasceu em Lisboa em 1967. Licenciado em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa foi um dos contribuidores com o seu trabalho para os Correios de Portugal. Tem trabalhos expostos no Banco de Portugal, no Museu das Comunicações, U.C.C.L.A., na Casa Branca (Washington) e no Istituto per le Opere di Religione (Vaticano). A exposição está patente até 15 de Dezembro.